Imagem
Ipad

Esse e-book te desafiará a lutar contra um dos maiores inimigos do sexo na atualidade, de modo que você possa ter uma vida sexual ativa e gratificante. Baixe gratuitamente!

DIGITE O SEU E-MAIL E BAIXE O SEU E-BOOK GRATUITAMENTE

Importância de fazer uma limpeza emocional

Quando estamos nos sentido carregados de emoções negativas chega a hora de fazer uma limpeza emocional.

Exemplo de imagem
Em todos os lugares que passamos, conhecemos pessoas no qual podem transparecer emoções diversas, e isso pode acabar afetando nossa vida, sem ao menos perceber que pegou essa energia para si.

Muitas pessoas têm mais facilidades em adquirir as energias negativas de outras pessoas, já que elas podem depositar emoções que não faz bem como a tristeza, raiva entre outras, e isso pode acabar afetando nos aspectos do dia a dia.

Sempre fazemos muitas limpezas externas, em casa, quarto, gavetas, mas já parou para pensar quando que você faz a limpeza emocional, a limpeza interna? Parar para pensar em quem nos faz mal, e distanciar disso é muito importante para viver em uma vida saudável.

Como fazer essa limpeza emocional?
Infelizmente quando uma pessoa deposita a energia negativa dela para você, ela pode passar a ser sua, como se você tivesse embarcado nisso. E mesmo que ela não esteja mais em sua vida, a negatividade, angustia pode continuar.

Busque a origem
Se o que outra pessoa te passou te afetou pode ser que algo em si não está legal, busque saber a origem do problema, para que você trabalhe e possa estar em paz e harmonia. Identifique quais as feridas que estão abertas e precisam ser curadas, a causa dessas feridas podem ser por diversos motivos.

Desenvolver sua Inteligência Emocional é o grande passo para trazer essa consciência e ressignificar dores que influenciam sua vida e fazem você se destruir física ou emocionalmente.

Deixe sua dúvida ou comentário sobre esse artigo!

SIGA O LOVELIFE NO FACEBOOK

Briga de família: como reestruturar o relacionamento familiar?

O diálogo é extremamente importante para resolver qualquer tipo de conflito.

Uma briga de família pode surgir por diversos motivos: dinheiro, choque de personalidades, descaso, ciúmes, ou até mesmo negócios e decisões pessoais. Porém, é justamente em torno da instituição familiar que as formas de organização social se baseiam. Distúrbios no núcleo e no relacionamento familiar podem trazer sérias consequências para todos os integrantes, e, principalmente, para as crianças.

O ambiente familiar interfere no desenvolvimento de toda a estrutura psicológica e emocional da criança durante sua primeira infância (até os 7 anos). É extremamente necessário manter um convívio harmonioso, não apenas nessa fase, mas também, na adolescência e durante toda a vida.

Muitos conflitos familiares são frutos de decepções e frustrações que surgem a partir da confirmação de que as expectativas criadas em torno da relação não serão satisfeitas. Em muitos casos, esses compromissos firmados antes dão lugar a discussões intermináveis.

Também é muito comum que os conflitos familiares sejam gerados a partir de mal-entendidos. Os integrantes não conseguem ouvir outros pontos de vista e argumentam aparentemente a mesma coisa, de modo diferente.

É essencial saber respeitar, perdoar e compreender os outros. Esse é o primeiro passo para reestruturar a vida familiar e dar fim às brigas em família.

Como melhorar o relacionamento familiar após uma briga de família
Saiba escutar
O diálogo é extremamente importante para resolver qualquer tipo de conflito. Porém, é preciso saber escutar e, muitas vezes, evitar absorver o que o outro fala. De nada adianta ficar discutindo e faltando com respeito para com o outro se você não consegue parar, escutar e tentar entender um ponto de vista contrário ao seu.

Tenha empatia
É preciso entender que o ser humano acerta e erra, causa orgulhos e decepções, e que isso é normal. Não exija que o outro seja perfeito. Aceitar a forma que cada um demonstra seu amor é fundamental para um relacionamento familiar saudável, assim como entender que os outros possuem opiniões diferentes também.

Procure entender o ponto de vista de seus familiares e o porquê de pensarem assim.

Pratique o perdão
Guardar mágoas em relação à seus familiares só irá prolongar uma situação que poderia ter sido resolvida de maneira muito mais rápida. Libere suas tristezas, abra seu coração e fale a respeito de como você está se sentindo em relação à briga.

O perdão é a ponte entre o passado e o futuro; não se pode apagar o que já aconteceu, mas pode-se mudar a forma como você levará o resto da vida.

Assuma quando está errado
Saber reconhecer seus próprios erros é fundamental para a resolução de um desentendimento. É necessário assumir sua parcela de culpa no que gerou o problema, mas, também, devolver o restante da culpa para a outra pessoa.

Desenvolva sua Inteligência Emocional
Se você quer melhorar seu relacionamento familiar e reestruturar sua família longe das brigas e desentendimentos, venha para o Método LoveLife: um treinamento de imersão onde você refletirá sobre seus comportamentos e como você pode mudá-los para gerar mudanças espontâneas em todos os âmbitos da vida.

Deixe sua dúvida ou comentário sobre esse artigo!

SIGA O LOVELIFE NO FACEBOOK

Depressão no meio familiar: como lidar e ajudar

Normalmente uma pessoa com depressão se isola de seu meio social, gerando diversos conflitos internos e externos.

Exemplo de imagem
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), quase 7% da população mundial — cerca de 400 milhões de pessoas — têm depressão. Para 2030, a estimativa é de que doença afete mais pessoas do que qualquer outro problema de saúde, inclusive doenças cardiovasculares e cânceres.

Muito mais do que uma tristeza passageira, a depressão é caracterizada por uma tristeza persistente, que não tem fim. O principal sintoma da doença é a negatividade em relação a si mesmo, ao restante do mundo e ao futuro. O depressivo só se recorda das coisas negativas, e não acredita que coisas boas possam acontecer.

Para ajudar uma pessoa que está sofrendo de depressão, o primeiro passo é identificar os sintomas da doença. Isso porque ela geralmente é confundida com tristeza e, por esse motivo, acaba não recebendo o tratamento necessário. Nesses casos, o quadro pode se agravar consideravelmente, dificultando a recuperação.

No ambiente familiar, é muito comum existir conflitos, como brigas e discussões, mas a situação é ainda mais delicada quando um parente tem depressão. O cuidado e paciência nesses casos andam juntos, e muitos não sabem, nem entendem o que está acontecendo, fazendo assim, com que a relação familiar se estremeça, trazendo ainda mais frustração e sofrimento para a pessoa que sofre da doença.

O primeiro ponto que precisa ser esclarecido, é: não se escolhe ter depressão. Geralmente a pessoa deprimida não sente prazer em realizar atividades e acaba se isolando, sentindo uma tristeza profunda e incapacidade de desenvolver suas tarefas.

O que posso fazer para ajudar?
Escute e Converse 
Passar confiança e mostrar que você entende, ajuda muito. Sentar para conversar e falar abertamente, encarando a depressão como uma doença real, tudo isso ajuda para que seja demonstrado para a pessoa que alguém realmente se importa e traz a sensação de acolhimento.

Converse com todos da família
O apoio de todos da família é essencial para que o parente não se sinta sozinho e julgado por todos ao seu redor. É necessário explicar para família o que o parente está passando, para que tenham o entendimento de que não é apenas uma tristeza passageira.

Entenda o que é a depressão
Pesquise artigos e leia conteúdos relacionados que explique o que é a depressão. Assim, cada vez mais, você vai conseguir apoiar o seu parente, além de conseguir entender pelo menos um pouco do que ele está passando.

Incentive a busca por ajuda 
Você e toda a família precisa encorajar a pessoa a procurar ajuda. Depressão não é momentâneo e precisa de tratamento, no caso, buscar uma ajuda psicológica. Ajude a pessoa a perceber que aquilo não está sendo saudável e que está prejudicando sua vida. Mas faça este tipo de conversa pacientemente e com cuidado.

Desenvolva sua Inteligência Emocional
Simultaneamente com a ajuda profissional, é importante incentivar que a pessoa inicie um processo de consciência para que a cura emocional possa ser efetiva. O desenvolvimento da Inteligência Emocional permite que as pessoas aprendam a administrar as adversidades da vida de maneira equilibrada, pois elas se tornam capazes de acessar e entender seus gatilhos internos e padrões limitantes. Gostaria de participar de um treinamento exclusivo para isso? Conheça o Método LOVELIFE  e desperte todo seu potencial humano.

Deixe sua dúvida ou comentário sobre esse artigo!

SIGA O LOVELIFE NO FACEBOOK

Trabalho e casamento: tendo equilíbrio na vida profissional a dois

Quando a sua vida profissional está unida com a do seu parceiro, pode aparecer muitas dificuldades na vida a dois

Exemplo de imagem
Muitos casais optam por crescerem juntos profissionalmente, prezando pelo meio familiar na empresa.
E quando falamos em relacionamento, entendemos que nem sempre é algo fácil de lidar, entretanto, quando é necessário conviver vinte quatro horas do dia por conta do trabalho é um pouco mais difícil. Além dos problemas em casa, também tem os dilemas no trabalho, podendo ainda mais afetar a vida a dois.

Discussões no ambiente de trabalho podem vim acontecer, porém, existem formas de melhorar a convivência para que isso não traga ainda mais transtornos na vida do casal.

Separar as coisas para ter uma relação mais saudável
Evite falar de trabalho em casa
Geralmente é difícil não levar problemas do trabalho para casa, mas é preciso entrar em um acordo com seu parceiro, assuntos relacionados a empresa somente no ambiente que trabalham. As vezes pode ter uma exceção, mas tente conversar sobre o assunto em algum ambiente que não seja o quarto do casal, pode ser no escritório ou na sala de casa.

Não deixe que os problemas no trabalho afetem o casamento
Sempre tem aquela coisa de “Irei te tratar como colega de trabalho, e não como esposo(a)”, mas colocar isso na prática geralmente não é causa ganha, mas é sempre bom não misturar a relação com os problemas que acontecem no local de trabalho. E mesmo que os dois tiverem opiniões distintas não levar esse problema para dentro da relação é um bom passo para manter o equilíbrio.

Invista em atividades a dois
Com o estresse de conviver em um ambiente de trabalho pode acabar fazendo com que o casal deixe de fazer coisas juntos, e para que não caia na rotina e na monotonia, faça planos com seu par. Planeje uma viagem para se divertirem, passeios por parques, invista nos momentos a sós.

Desenvolva sua Inteligência Emocional
Se você quer ter mais autocontrole de suas emoções para a convivência e com os desafios de sua vida no trabalho e casamento, desenvolva sua Inteligência Emocional com o Método LOVELIFE para gerar mudanças efetivas e duradouras em sua vida conjugal, familiar e profissional.

Deixe sua dúvida ou comentário sobre esse artigo!

SIGA O LOVELIFE NO FACEBOOK

Ipad

Esse e-book te desafiará a lutar contra um dos maiores inimigos do sexo na atualidade, de modo que você possa ter uma vida sexual ativa e gratificante. Baixe gratuitamente!

DIGITE O SEU E-MAIL E BAIXE O SEU E-BOOK GRATUITAMENTE

Feito com